Laelia lobata

Um dia, e já faz dois anos, quando voltava de algum lugar, ou ia pra algum lugar, não sei ao certo, e nem sei que dia foi aquele dia, passei em frente uma casa e naquela casa havia um jardim - O jardim da dona Liliam. 
Eu não sabia ainda que esse era seu nome.
Parei e olhei essa bela orquídea, quase ao alcance da mão, fixada em um arbusto. Eram mais de vinte flores na touceira. 
Babei!
Limpei a baba e chamei.
Veio uma senhorinha baixinha, pretinha, magrinha, simpática que depois de conhecer a minha fascinação pela sua planta logo me ofereceu uma muda, antes mesmo que eu pedisse, e ainda mandou pegar com flor. rs
Confesso que me senti um explorador de velhinhas indefesas.
Mas peguei uma só muda sem exagerar na flor - Todas as pontas estavam floridas. rs
Prometi a ela que traria outra em troca e o fiz. 
Levei uma Laelia purpurata oculata do mesmo porte.
Boa gente a dona Lilian! 
Quando a encontro no mercado - sim, isso aconteceu algumas vezes - sempre mexo com ela, exceto dessa última vez em que estava com pressa. 
Assim, fiquei amigo da dona Lilian.
Minha planta floresceu e já passei por lá e vi que a dela também.
Eu acho que é uma Laelia lobata e seu perfume uma delícia.

2 comentários:

  1. Lindo blog ! Concepção visual de um bom gosto total, parabéns Josué !

    ResponderExcluir
  2. Essa foto, definitivamente, não é de uma Laelia lobata.

    ResponderExcluir